quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Formação da FPME em Tondela

A Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada está promover 4 edições de um Curso de Monitores de Estruturas Artificiais de Escalada, sendo a primeira em Tondela já no final de Fevereiro! As restantes serão em Braga, Açores e Madeira.

Este curso será leccionado em articulação com o Clube Alpino Francês (CAF), com um formador principal francês (Michel Bourdet) e um formador auxiliar local (Nelson Cunha).

DATAS:
19, 20 e 21 de Fevereiro e 5, 6 e 7 de Março
(à 6ª feira é pós-laboral e sabados e Domingos todo o dia)

Parece ser um curso interessante e com uma carga horária moderada. Os conteúdos serão direccionados para escaladores com experiência, tendo em vista a monitorização de praticantes em estruturas artificiais de escalada. Serão abordados conteúdos de segurança, gestão, técnica e didáctica. A formação tem uma duração aproximada de 35h, o custo de inscrição ainda não foi divulgado, mas penso que rondará os 175€.

Gostava que os praticantes da nossa região aproveitassem esta oportunidade! Se não tivesse sido convidado para formador auxiliar, não tenho dúvidas que frequentava o curso. Há sempre algo para aprender com quem sabe mais! Ainda por cima à porta de casa!!! Oportunidades destas não há muitas! As pré-inscrições devem ser enviadas para o mail gestão@fpme.org.

Mais informações no site da FPME

Tondela a Trepar

2 comentários:

Filipe Ascensão disse...

nao era má ideia a malta da regiao participar, mas nao me cheira...vai ser tudo de fora de certeza... se a malta nao escala na rocha que sao poucos gastos dispendidos, quanto mais essa quantia.. venga ai;) boa sorte;)

Nelson Cunha disse...

Realmente já me falaram de pré-inscrições do Algarve, Lisboa e Fátima, mas percebo o que queres dizer. No entanto tenho esperança que não seja tanto assim.
Devem ter em conta que quando quiserem fazer uma formação deste tipo ela não vai estar disponível e se estiver, ficará muito mais cara!
Por ser à porta de casa não se pagam deslocações, estadia e pouco de alimentação.
A última formação que fiz em Lisboa, já nem sei bem quanto custou, mas tenho a certeza que em Gasóleo, portagens, estadia e alimentação gastei de 200 euros.
Já para não falar nas que fui fazer a Espanha!!!

Cada um terá que avaliar o interesse e a mais valia e deicidir!